Notícias

Uma busca por práticas inclusivas em todo o mundo

Compartilhe nas redes sociais:
Porta entreaberta com brasão de Harvard. Dentro da sala, Rodrigo está em sua cadeira de rodas.
Rodrigo Mendes no Seminário “The Quest for Global Inclusion: How People with Disability Impact Social Change and Educational Reform”, realizado em Harvard (EUA)

Em entrevista à Escola de Educação de Harvard, Rodrigo Hübner Mendes compartilha reflexões e aprendizados de sua procura por experiências exitosas de educação inclusiva

 

Ao longo de sua carreira, Rodrigo Hübner Mendes viajou o mundo em busca de práticas consistentes de educação, principalmente no que diz respeito a estudantes com deficiência. O que encontrou, ele diz, é uma tensão entre modelos opostos: um que promove a meritocracia e outro que favorece a igualdade de direitos e o desenvolvimento de habilidades sociais.

“Acredito que essa dicotomia é causada por uma falta de visão, uma percepção simplista e míope”, disse o superintendente do IRM durante sua participação na Conferência Global para Inclusão, organizada pela Escola de Graduação em Educação da Universidade de Harvard.

“Nós não devemos ter que escolher entre a competitividade e cidadania ou meritocracia e tolerância”, argumenta. “Uma educação inclusiva pode – e deve – incluir ambos os lados.”

Confira abaixo a entrevista completa em inglês concedida por Rodrigo ao EdCast Harvard, podcast da universidade que semanalmente realiza conversas com líderes da área de educação de todo o mundo.